AVC MaC-CV

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AVC MaC-CV - Avaliação do Efeito Protector de uma Dieta Rica em Polifenóis e da Atividade Física na Evolução de Biomarcadores Associados a Acidentes Cerebrovasculares (AVC)

 

Acrónimo: AVC MaC-CV (Ref. MAC/3/M251)
Tipologia de projeto: Cooperação em investigação e desenvolvimento tecnológico
Data de iníco: 06/06/2014 Data de fim: 31/12/2015
Custo total do projeto: 156.514,00€
FEDER: 126.500,40€

Caracterização:

Evidências epidemiológicas sugerem que uma alimentação pobre em antioxidantes e um estilo de vida sedentário são 2 factores comportamentais de risco que contribuem decisivamente para o desenvolvimento de patologias cardiovasculares nomeadamente, acidentes vasculares cerebrais (AVC) e enfartes.

Baseados nesta hipótese propomo-nos desenvolver um projecto transnacional no sentido de estudar o efeito de uma alimentação rica em antioxidantes, conferida pela ingestão de vegetais com elevado potencial antioxidante; beterraba, bróculos, cenoura e tomate (BBCT), comumente usados na dieta alimentar das regiões integrantes do estudo, a prática de actividade física, e o efeito sinergético integrado destes 2 factores, na evolução de biomarcadores de risco associados aos AVC, em pacientes em recuperação de AVC.

Para o efeito será implementado um estudo epidemiológico, coincidente temporalmente nas 3 regiões. Numa fase inicial proceder-se-á á caracterização do potencial antioxidante e do perfil polifenólico e licopénico dos vegetais alvo (BBCT), por recurso a metodologias extractivas e analíticas de alta performance.

Atividades:

  • Caracterização do potencial cardioprotector dos vegetais da dieta mediterrânica bróculo, beterraba, cenoura e tomate (BBCT);
    • Determinação do potencial antioxidante dos vegetais BBCT;
    • Caracterização da composição em polifenois (resveratrol, catequina, quercitina) e licopenos dos BBCT;
  • Avaliação do efeito sinergético resultante da acção integrada de uma dieta rica em antioxidantes e da prática de exercício físico no comportamento dos biomarcadores associados ao AVC.
    • Implementação do estudo epidemiológico conducente á avaliação do consumo regular de BBCT, da actividade física moderada e do efeito sinergético resultante da integração dos dois factores estudados.
    • Estabelecimento dos perfis bioquímicos dos biomarcadores clássicos e dos novos biomarcadores associados ao AVC resultante do consumo regular de BBCT, da actividade física moderada e regular e do efeito sinergético resultante da integração dos dois factores estudados no estudo epidemiológico.

Parceiros:

  • Universidade da Madeira - Chefe de Fila;
  • Hospital Universitário de Canárias - Parceiro 2;
  • Universidade de Cabo Verde - Parceiro 3.

Observações:

Projecto com a execução financeira iniciada em Junho de 2014 e a concluir em 2015.


Cofinanciamento:
PCT-MAC 2007-2013
 

 Projetos

 TECMU


Interreg Atlantic Area

 Emprego

EURES

  Bolsa Virtual de Emprego e Empreendedorismo
  EURAXESS

Em linha

Temos 58 visitantes em linha

Siga-nos:


Twitter   RSS